MarketingPublicidade
A guerra do streaming está mostrando novos vencedores

A Disney e a Netflix travaram uma batalha, e a busca por conquistar novos clientes está longe de acabar.


Há mais de 10 anos, a Netflix começou a transmitir séries e filmes para seus assinantes online e iniciou sua plataforma de streaming. Porém, nesse período, estar na internet não era tão relevante, já que o entretenimento girava em torno do cinema, TV a cabo e DVD.

Mas com o avanço da internet, a plataforma se instaurou e ganhou visibilidade.

Atualmente, a Netflix conta com a assinatura de mais de 200 milhões de pessoas, e a principal dúvida é: como competir com uma empresa de tamanha notoriedade?

Existem outras plataformas de streaming, como a Amazon e a Apple, mas as companhias têm o foco em outros negócios. A única que se dispôs a competir foi a Disney, dona das marcas e personagens mais poderosos do mundo do entretenimento, como a Marvel. A empresa criou, em 2019, a plataforma de streaming Disney+, que já nasceu global e totalmente independente de outros serviços ou de assinatura de TV a cabo.

Com a criação da plataforma Disney+, a Netflix sentiu que estava perdendo assinantes, em especial clientes antigos. De acordo com um levantamento da Antenna, empresa que analisa os dados do setor de streaming dos Estados Unidos, 13% dos clientes com mais de três anos na plataforma cancelaram a assinatura no primeiro trimestre de 2022.

Por outro lado, o número de assinantes Disney+ está em constante crescimento e obteve um aumento de 3% no total (chegando a 15% de participação) e um crescimento sólido durante o primeiro semestre de 2022.

Com esses dados, quem pode ser o streaming vencedor da disputa entre Netflix e Disney+?

A resposta ainda não é concreta, mas provavelmente as duas plataformas sairão vitoriosas. Se por um lado, a Disney cresce mais hoje, ganhando 15 milhões de novos assinantes no último trimestre de 2020, contra 3,8 milhões da rival, por outro, a Netflix obtém mais receita de cada cliente, em média, que a Disney (US$ 10 contra US$ 4).