Inovação
Como uma maçã pode contaminar tudo à sua volta?

Como a Apple impactou a receita das Big Techs.


O App Tracking Transparency, nova ferramenta da Apple, que passou a requisitar que os aplicativos peçam permissão dos usuários para rastrear sua atividade, está gerando questionamentos até hoje. 

Empresas como Meta, YouTube, Snap e Twitter, em conjunto, devem ter suas receitas prejudicadas em quase US$ 16 bilhões neste ano, por conta da medida tomada pela marca. 

Com a exigência da Apple, uma série de usuários bloqueou o rastreamento, o que prejudica os anunciantes, já que reduz o acesso aos dados dos usuários. 

Mas qual o impacto disso?

A maioria das redes sociais precisa dos dados dos seus usuários, seja para impulsionar a marca ou vender produtos e serviços. 

Ao facilitar que os usuários limitem o acesso aos seus dados, as mídias sociais perdem o poder de ajudar os anunciantes a alcançarem a publicidade da melhor forma.

Qual o resultado?

Os anunciantes gastam menos nas plataformas, assim, as empresas irão focar em mídias alternativas, que estão em crescimento e devem aumentar ainda mais sua popularidade nos próximos anos. 

Consequências para as Big Techs

A Meta está bastante insatisfeita com essa situação. Em 2022, a companhia chegou a atingir US$ 1 trilhão de valor de mercado. Hoje, vale praticamente metade disso. 

Outros aplicativos como Google, Youtube, Snapchat, também sofreram com essa mudança e perderam uma quantidade significativa de lucro.   

O que fica claro é que sim, a maçã conquistou todos ao seu redor e vai conquistar cada dia mais, seja com seus aparelhos inovadores, com a qualidade ou a tecnologia de ponta. Além de ser possível prever o lançamento de sua própria ferramenta de Ads voltada para os dispositivos iOS.